Qual a melhor maneira de pagar pelas compras no exterior: cartão de crédito, dinheiro ou cartão de débito?

O que parece ser um preço baixo nas prateleiras das lojas norte-americanas pode se tornar em uma enorme dor de cabeça na hora do pagamento. Por essa razão, é importante entender qual é a melhor maneira de pagar pelas compras no exterior.

Afinal, é mais indicado usar o dinheiro? Ou seria mais interessante passar as compras no cartão de crédito ou de débito? Dependendo da forma de pagamento, as taxas adicionais dos produtos acabam interferindo no valor final.

Sendo assim, se faz necessário entender as vantagens e desvantagens das diferentes transações comerciais. Além de economizar um bom dinheiro, você ainda aprende formas seguras de fazer compras fora do país.

Melhor maneira de pagar pelas compras no exterior

Apesar de não existir uma resposta unanime para essa questão, a melhor maneira de comprar é levando duas formas de pagamento. Esse é o método mais seguro para as viagens no exterior, que pode combinar dinheiro, cartão de crédito ou cartão de débito.

A melhor forma de pagar pelas compras no exterior envolve segurança e economia (Foto: pixabay)

Vantagens e desvantagens de levar dinheiro

Nem sempre os pontos comerciais vão aceitar as modalidades de cartão, por isso que o dinheiro vivo sempre será a forma de pagamento mais facilmente aceita nos estabelecimentos.

Das três modalidades, o dinheiro em espécie também é o mais econômico, pois o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) com essa forma de pagamento é somente 0,38%.

Outro ponto positivo é o maior controle de gastos, pois é mais fácil perceber o quanto se está gastando vendo as notas saírem do seu bolso. Enquanto isso, o cartão de crédito e de débito são mais difíceis de controlar.

Mas, apesar desses benefícios, o dinheiro sai perdendo quando o assunto é segurança. Isso porque, uma vez perdido ou roubado, você não terá como recuperar o valor.

Cartão de crédito ou de débito?

O principal benefício dessas modalidades é a segurança, pois caso aconteça algo com os cartões, como roubo, furto ou perda, eles podem ser facilmente bloqueados.

Além disso, alguns cartões de crédito internacionais possuem um sistema de recompensas através das milhas, oferecendo serviços e benefícios aos viajantes que podem ser bastante úteis durante a estadia fora do país.

Mas nem tudo são flores e essas duas formas de pagamento são também as mais caras. O IOF para elas é de 6,38%, taxa acrescida no valor final do produto.

Outro ponto negativo, dessa vez só no cartão de crédito, é o risco do câmbio subir até o fechamento da fatura. Por exemplo, você adquire um produto por um valor X, mas antes de fechar a fatura do cartão, o dólar sobe e, consequentemente, o preço a ser pago pela compra também aumenta. No final das contas, você pode acabar pagando mais do imaginava.

No entanto, alguns tipos de cartão possuem a capacidade de travar essa cotação no dia da compra. Então, é importante consultar a empresa responsável pelo cartão de crédito antes de utilizá-lo na viagem.

Outras opções de pagamento

Além do dinheiro, cartão de crédito ou de débito, você ainda pode optar por outras formas de pagamento são elas: cartão pré-pago ou abrir uma conta no exterior.

A primeira modalidade é simples, basta recarregar o cartão com a quantia que você desejar e usá-lo como um cartão de débito. Apesar do benefício em ter um maior controle de gastos, esse tipo tem um ponto negativo: o IOF cobrado também é de 6,38%, tornando-se um meio caro.

Já a segunda forma pode até parecer complicada, mas é uma saída viável para quem está sempre viajando. Nos Estados Unidos, alguns bancos fazem o processo de abertura de conta totalmente online, como o Chase, Wells Fargo e BB&T, basta escolher aquele que mais atende suas necessidades.

Outro detalhe importante é que existem unidades bancárias brasileiras que facilitam esse processo em países do exterior. Um exemplo disso é o Banco do Brasil, permitindo que clientes abram uma conta no Brasil Americas, sua filial digital nos Estados Unidos.

Clientes do Banco do Brasil podem abrir conta no exterior usando o BB Americas (Foto: Reprodução do site)

Dicas para fazer compras no exterior

  • Para levar dinheiro, o conselho é fazer a troca da moeda ainda no Brasil. Nesses casos, o mais recomendado é buscar por casas de câmbio ou bancos autorizados. Tomando essas precauções você faz a troca por um valor justo e ainda garante a veracidade da moeda
  • Se for levar dinheiro em espécie também lembre-se de distribuir o valor total em vários compartimentos da sua bagagem. Além disso, para aumentar a sua segurança, ande com poucas notas na carteira, portando uma quantia suficiente para usar durante o dia
  • O dinheiro ainda pode ser guardado em algum cofre no hotel, diminuindo as chances de ser roubado ou de perder a quantia
  • É importante lembrar que nem todos os cartões de crédito e de débito funcionam fora do país, para que isso ocorra é necessário que eles sejam da modalidade internacional.

Agora você já está apto para escolher a melhor maneira de pagar compras no exterior, pois já sabe de todas as vantagens e desvantagens de levar dinheiro, cartão de crédito ou de débito.

Mas, lembre-se sempre de levar em consideração pontos como segurança, comodidade e economia nas suas transações internacionais. Por isso, ainda pode escolher as opções de cartão pré-pago ou de abertura de conta fora do país.

Leave a Reply

Next ArticlePosso devolver um produto comprado nos EUA?